[Resenha ] A Indomável Sofia de Georgette Heyler






Título: A Indomável Sofia
Autor : Georgette Heyler
Paginas : 406
Editora : Grupo Editorial  Galera Record
Gênero : Romance de Época, Comédia.
Classificação :


Sinopse

Sofia Stanton-Lacy é alegre, impulsiva e de uma franqueza desconcertante, características que não combinam com o que se espera de uma mulher em sua posição na sociedade londrina do início do século XIX. Educada durante as viagens de seu pai, órfã de mãe, ela chega à casa de sua tia em Berkeley Square para derrubar as convenções e surpreender a todos com seus modos independentes e sua língua afiada. E Sophy parece ter chegado no momento certo: seus primos estão com muitos problemas. O tirânico Charles está noivo de uma jovem tão maçante quanto ele, já Cecilia está apaixonada por um poeta, e Hubert tem sérios problemas financeiros.  A prima recém-chegada decide então ajudar a todos com sua determinação e impetuosidade, e acaba enfrentando agiotas, roubando os cavalos de seu primo e atirando de raspão em um honrado cavalheiro. Embora sejam sempre mirabolantes e arriscados, seus planos sempre dão certo e tudo parece estar sob seu controle. O que ela não espera, porém, é que seu primo Charles, que aparentemente não vê a hora de arrumar um marido para ela, de repente passa a enxergá-la com outros olhos...

Sofia é uma moça muito alem de seu tempo. Orfã de mãe e criada pelo pai, carregada por ele em todas as suas viagens pelo mundo. Sabe falar diversas línguas, e cuida da administração da vida e das contas bancarias de seu pai. Em pleno século 19 ela leva a vida como lhe convêm. Porem agora com 20 anos e praticamente uma solteirona, seu pai decidiu que ela precisa se casar. Ma Sr Horace precisa viajar para o Brasil e pretende deixá-la aos cuidados de sua irmã em Londres.
"Tenho muitos defeitos, mas não sou indolente nem medrosa, embora isso, sei muito bem, não seja uma virtude."
Sr. Horace é uma figura. Faz e fala o que lhe vem na cabeça. E assim entendemos porque Sofia é como é. Quando Sofia chega à mansão é um verdadeiro reboliço. Toda sorridente e esbanjando simpatia. E sendo muito observadora logo no inicio de sua estadia descobre que sua prima Cecília esta prometida a um cavalheiro mas apaixonada por um poeta boêmio, que seu “antipático” primo Charles esta noivo de uma senhorita insossa e sem graça, que sua tia apesar de dramática é uma pessoa adorável e que seu primo Hubert esta com algum problema que ela irá investigar e desvendar.

Charles é o responsável pela família. Depois que seu pai perdeu todo o dinheiro da família em jogatinas a situação financeira estava um verdadeiro caus. Mau humorado e com uma noiva de temperamento aparentemente parecido. Ele vê sua vida virar de cabeça para baixo com a chegada de Sofia.

Sofia é o tipo que personagem que te conquista logo nas primeiras paginas, alegre e extrovertida. Com seu jeito intrometido de ser, se envolve na vida e nos problemas de todos. Alias problemas é no que ela mais se mete. E por incrível que pareça consegue se sair bem da maioria deles.

A história gira em torno das confusões de Sofia. Apesar das diferenças e das diversas brigas entre ela e Charles, nasce um grande carinho e afeição entre os dois. Para desespero de Eugenia sua noiva (as duas não se suportam).
''A surpresa é a alma do ataque!''
Para quem gosta de personagens aventureiras e engraçadas esse livro é perfeito pra você.
Para mim ele deixou um pouco a desejar no quesito romance, que é praticamente inexistente, pois a autora deixou para resolver esse detalhe entre o casal nas ultimas paginas. E eu particularmente detesto quando isso acontece. E é esse exclusivamente o meu motivo de não dar 5 estrelar para esse divertidíssimo livro.

Este livro foi uma cortesia da Gisela do blog Ler Para Divertir e você encontrará esta resenha completa por lá também. 

21 comentários:

  1. Estou vendo muitos comentários positivos sobre esse livro e quero muito lê-lo, gosto muito do gênero e personagens que me façam rir sempre conseguem me conquistar, tenho quase certeza que Sofia tem tudo para me fazer gostar muito dela. Todos dizem que o romance entre Sofia e Charles é bem mais sutil do que se pode estar acostumado a se ver em outros livros do gênero, então me prepararei para isso, pois assim evito alguma decepção envolvendo a leitura no futuro.
    Abraços

    ResponderExcluir
  2. Oi, Adriana!
    Estou muito curiosa para ler esse livro. Sofia parece ser o tipo de personagem que espalha alegria por onde chega (exceto para Eugenia kkk). Adorei esse clima entre Eugenia e Sofia, deve render ótimos momentos no livro.
    Ah, também não gosto quando o desenrolar fica pras últimas páginas, fica parecendo meio corrido, né? Mas só em a história render boas risadas, vale a pena. E tive a impressão de que os personagens são bem construídos, do tipo que até pelos personagens com características menos agradáveis, como a Eugenia, dá pra sentir uma certa simpatia (ou não rs).

    ResponderExcluir
  3. Adoro um romance de época com protagonistas divertidas e Sofia parece muito divertida. Uma pena o quesito romance ficar a desejar. Também odeio quando o autor deixa para desenrolar o romance nas ultimas paginas e a historia ficar "corrida". Apesar disto gostei da historia, amo uma família cheia de problemas.

    ResponderExcluir
  4. Oiiie,eu amo romance histórico,mas esse é um livro bem antigo né, então fico com um pé atrás de ler, devido ao que você falou do romance quase inexistente... não generalizando,mas a maioria dos livros muito antigos sÃo muito poucos descritivos, tanto quanto cenas mais quentes quanto ao romance todo em si, creio que pela época em que foram escritos o contexto e a liberdade eram diferente... mas esse livro têm um tipo de enredo que aprecio muito viu,com uma mocinha mais á frente do seu tempo e espertalhona e super animada...pois ninguém merece mocinha fresca e chata,acaba com a leitura definitivamente. De qualquer forma,não sei se leria pelo fato da escassez de descrição,pois já me acostumei a livros bem descrito... Mas fica como uma opção quando eu quiser uma coisa bemmmmmmmmmm leve kkkk

    Bjs

    ResponderExcluir
  5. nossa fiquei encantada com a sofia, ela deve render boas gargalhadas, mas mesmo assim as vezes eu fico imaginando que raios de época é... pq todos os romances de época é com alguém a frente do seu tempo e por isso que eu fico meio pé atrás. engraçado o fato do livro ser mais voltado para se divertido do que para o romance foi uma das coisas que me deixou curiosa.
    talvez eu leia esse livro quando eu tiver procurando algo mais leve
    obrigada pela dica

    ResponderExcluir
  6. Não li nenhum livro desse tipo ainda e confesso não ter a mínima vontade. Sei lá... a estória contada não me deixa animada.

    ResponderExcluir
  7. Amo livros de época, ainda mais se tem alguém que aparece para derrubar as regras que pela jeito é a Sofia, pelo que li na resenha ela vai mexer com todos os parentes e aprontará algumas. Quero ler, mesmo com sua informação que tem pouco romance, que eu amo.

    ResponderExcluir
  8. Oi, Adriana!
    Já tinha lido essa sua resenha no blog da Gisela e também li outra resenha sobre A Indomável Sofia e assim como você também comentaram sobre essa quase inexistência de romance na história, como eu disse não gosto de livros assim por isso não pretendo ler esse livro.
    Bjos!

    ResponderExcluir
  9. Oiii
    Que pena que o livro quase não tem romance,amo livros de época e acho que mesmo que tenha pouco romance vou ler.
    Bjs

    ResponderExcluir
  10. Mesmo faltando esse meio pedaço da estrelinha,conseguiu ser favorito,a personalidade da Sofia com certeza te conquistou nesse livro divertido.

    ResponderExcluir
  11. Vi falarem mesmo que era mais divertido do que romântico. Ah, achei legal. Muda um pouco por causa do gênero e etc. E achei essa história tão fofa! Deve ser uma delícia de ler mesmo, dá pra rir bastante. Gostaria de ler.

    ResponderExcluir
  12. Faz pouco tempo que eu li esse livro. Mas eu ameeeei ele. Gostei muito do enredo e da escrita da autora. E também gostei dos personagens, principalmente da Sofia, ela também me conquistou logo no começo do livro. Mas também acho que o livro perdeu um pouco pelo romance da Sofia só acontecer de verdade la no final do livro... Mas mesmo assim amei o livro :)

    Beijos!

    ResponderExcluir
  13. Oi Dri.
    Eu quero muito ler esse livro, sou apaixonada por romances de época e estou namorando esse livro desde o lançamento.
    A leitura me parece ser extremamente agradável o que eu gosto bastante, mocinha forte e determinada não tem preço, a capa é perfeita.
    Não vejo a hora de desfrutar dessa leitura.
    Boa Noite.

    ResponderExcluir
  14. Li há um tempo atrás "Casamento de conveniência", que comprei numa promo na Bienal. Comecei bem empolgada, mas, depois de um tempo, a história parecia sempre estar voltando ao início. O legal da escritora são as mocinhas que não se prendem às convenções.

    ResponderExcluir
  15. Eu tenho que ler logo esse livro. Sofia parece ser uma personagem memorável e tenho certeza de que vou me divertir muito com ela na hora da leitura. Fiquei muito feliz por não focar muito no romance, acho que por isso vou curtir tanto a história.

    Beijos, Gabi
    Reino da Loucura || Participe do sorteio com os melhores livros de young adult

    ResponderExcluir
  16. Tenho lido excelentes comentários sobre esse livro. Me interessei pela leitura desse livro por conta da personagem feminina forte em um romance histórico, elas cativam quase que imediatamente! A história tem uns aspectos negativos para mim, que não curto o gênero, mas espero que goste, no geral.

    ResponderExcluir
  17. Não conhecia o livro, mas já me interessei só por saber que a principal é divertida e independente.
    Assim como você não gosto quando a autora resolve fazer o casal ficar juntos nas últimas páginas. Gosto de ver o relacionamento ser construído então é uma pena que não seja o caso desse livro :\

    ResponderExcluir
  18. Oi!
    Quero muito ler esse livro, ainda não li nada da Georgette Heyler e achei bem interessante temos uma autora que viveu naquele tempo, a Sofia também é um protagonista bem divertido, me lembrado do livro pollyana e esse livro está na minha lista de leitura !!

    ResponderExcluir
  19. Estava esperando essa resenha, é a primeira que leio, e como sempre, fez com que colocasse o livro no top da minha lista de desejados. Sou fã de romance de época, mas adorei saber que esse livro difere dos escritos atualmente por trazer um romance sutil, mais estilo Jane Austen. Sem falar que amo esse tipo de mocinha!

    ResponderExcluir
  20. Amo romances de época e a resenha me trouxe uma grande vontade de conferir o livro, a personagem principal parece ser bem decidida pelos seus atos, a história parece ser bem leve e seguir num ritmo divertido, amei o fato da autora não ter focado muito no romance, pena que isso te decepcionou

    ResponderExcluir
  21. Sofia é realmente cativante, deve ser divertido acompanhar suas aventuras ao longo das páginas, ela foge do padrão que os livros trazem de mulheres mais inseguras e controladas que aos poucos vão se libertando e tomando as rédeas de sua própria vida, ela já é independente, mas mesmo assim precisa casar.
    Eu particularmente prefiro livros assim, onde não se fala do romance a estória inteira, ele surge de uma amizade, não algo avassalador como a maioria dos livros trás. Tem amizade, humor e algum mistério com a vontade de descobrir o que Hubert está escondendo. Sem dúvidas Sofia é o grande destaque, esse livro eu leria.

    ResponderExcluir